Habitat intermediário, Cabo Banza, península Ubwari, RDC.

Marcus Vinicius David – Brasil

O projeto simula uma zona rasa, de um habitat intermediário, no Cabo Banza, no extremo norte da península Ubwari (4°02’59.6″S 29°14’32.6″E). Na bacia norte do Lago Tanganyika, o Cabo Banza é a região de menor impacto antropogênico. Uma região de natureza quase intocada, mas que nos últimos anos vem sofrendo os perigos da atividade de exploração de petróleo.
Baseado nas espécies que temos acesso no Brasil e segundo Alin et al. (Conservation Biology Volume 13, No. 5, October 1999), a fauna escolhida é formada por espécies que ocorrem na região, em seus respectivos habitats.

Dimensões: 120/50/40
Sistema de filtragem: Sump 60/30/30 com baia de decantação, caixa de fibras de poliéster para filtragem mecânica, compartimento com mídias de cerâmica sinterizada (aprox. 3 L) para o crescimento de colônias de bactérias responsáveis pela oxidação dos compostos nitrogenados e retorno.
Aquecedor com termostato de 200 W.
Motobomba: 2700 L/h
Iluminação: Três barras de LED com intensidades ajustáveis. Branco quente (3000 K), Branco frio (6000 K) e RGB.

Hardscape: Um paisagismo típico de regiões intermediárias formadas por rochas e areia. Para caracterizar uma zona rasa, um ambiente iluminado e repleto de plantas. Rochas de arenito rico em caulinita, uma rocha sedimentar que ocorre no Rio de Janeiro e também na costa do Lago Tanganyika, foram usadas. Além de areias com distribuição de grãos bastante extensa e diversa.
Um enorme monólito, de aproximadamente 60 Kg e que cobre quase 2/3 da extensão do tanque, serve de barreira física e separa uma “praia” na parte traseira, ocupada por um casal de Lamprologus ocellatus, e a parte arenosa direita e frontal, ocupada por uma colônia de Neolamprologus multifasciatus. Ambos conchículas do Tanganyika.
Diametralmente oposto á colônia, um aglomerado de rochas repleto de fendas e cavernas é ocupada pelo casal de Neolamprologus leleupi e seus alevinos.
Uma grande quantidade de Hydrilla verticilata compõe o paisagismo e serve de refúgio para os filhotes.

Fauna:
1 casal de Lamprologus ocellatus + alevinos
1 casal de Neolamprologus leleupi + 1 macho juvenil (nascido no aquário) + alevinos
1 colônia de Neolamprologus multifasciatus – 3 M/5 F + alevinos

Flora:
Hydrilla verticilata
Potamogeton sp.
Vallisneria spiralis